BOSCH LANÇA BUILDING INTEGRATION SYSTEM 4.7

Física Notícias Produtos

As grandes instalações, infra-estruturas críticas e uma ampla gama de edifícios comerciais e públicos enfrentam o verdadeiro desafio na hora de investirem num sistema de gestão de alarmes.

Os gestores de edifícios não devem apenas ter a garantia de uma resposta de alarme adequada a eventos ou violações de segurança, mas também saberem que qualquer solução deve ser integrada a uma ampla variedade de outros sistemas para facilitar o controlo de tudo, desde a segurança e protecção até à automação dos edifícios.

Neste cenário a Bosch conta com o Building Integration System, o qual, segundo a empresa, “demonstrou ser a resposta definitiva a todos estes desafios”. É, com aponta, “uma forma eficiente, fiável e rentável de integrar a gestão dos sistemas de segurança, protecção e automatização dos edifícios”. Com a nova versão 4.7, a empresa “acrescentou novas funções que ampliam ainda mais as capacidades do sistema”.

As novas funções incluem a introdução de uma aplicação móvel para o cliente, a gestão do nível de ameaças para o controlo de acessos e a integração com a Otis para a gestão de elevadores.

Em resposta à procura de uma maior flexibilidade e reacção mais rápida a novos eventos a BIS 4.7 inclui uma nova aplicação web para dispositivos Android e iOS. Esta mostra em tempo real as actualizações de eventos e alarmes de todos os domínios de segurança, protecção e automatização de edifícios que estão conectadas com a solução.

Além disso, mostra o estado actual do mesmo  -novo, reconhecido ou eliminado. Estes podem ser configurados de acordo com necessidades específicas e sincronizados entre os utilizadores em caso de múltiplos utilizadores de clientes móveis.

Em situações críticas como incêndios, ataques terroristas, roubos ou tiroteios, é necessário proteger pessoa e os bens rapidamente. A BIS 4.7 oferece agora uma gestão do nível de ameaças.

Permite ao utilizador configurar até 15 níveis de ameaça, permitindo que as medidas de segurança se iniciem de forma rápida e eficaz com apenas um click.

O estado do nível de ameaça pode activar-se mediante um dos três disparadores: através de um interface do utilizador colocado no posto de trabalho do operador; pressionando um botão de emergência ou apresentando um cartão de emergência especialmente configurado num leitor.

Por fim, é possível integrar o sistema com o Compass, um sistema de gestão da Otis. Esta ´possibilidade de integração permite aos utilizadores gerir o tráfego de elevadores de forma mais segura, eficiente e cómoda possível.

Quando o sistema de gestão Compass se conecta com a BIS, todos os direitos de acesso aos elevadores, pisos do edifício e portas podem ser geridos facilmente através de um módulo de controlo de acesso.