Claranet Portugal cria Claranet University

Cibersegurança Notícias

 A Claranet Portugal, empresa fornecedora de soluções de cloud, hosting, redes, segurança e workplace em modelo “as a service”, lançou a Claranet University, uma iniciativa que coloca à disposição várias academias de formação especificamente orientadas para áreas tecnológicas de grande relevância para o mercado e que visa contribuir para a maior disponibilidade de profissionais altamente especializados no nosso país.

“As quatro academias em curso – Cloud, Security, Workplace e Technology – asseguram um programa ajustado às atuais necessidades do sector, e totalmente alinhado com as designadas profissões do futuro – Cloud Experts Engineers, Security Experts, DevOps, Data Scientists, entre outras. Os candidatos têm a oportunidade de construir uma carreira direcionada para estas tecnologias, e de integrar as equipas de trabalho da Claranet”, aponta a empresa.

“Nos últimos dois anos recrutamos cerca de 200 novos colaboradores e só não conseguimos alcançar um número superior devido à escassez de recursos humanos em várias áreas das TI. Foi esta necessidade de recursos especializados, em áreas de grande procura no mercado, que nos deu a motivação para lançarmos agora quatro Academias de Formação da Claranet University, não só direccionadas para competências Cloud, mas também para áreas onde existe uma grande escassez de talento qualificado no mercado, como as de Security, Workplace e Technology. Se não existem colaboradores suficientes disponíveis no mercado, vamos assim dar o nosso contributo no processo de formação altamente especializada, para podermos dotar mais profissionais de novas competências” refere António Miguel Ferreira, Managing Director, Iberia and Latin America da Claranet

A entrada na Claranet University é gratuita, as academias têm uma duração variável de 3 a 6 meses e vão estar abertas a recém-licenciados e a profissionais em início de carreira que pretendem reforçar as suas competências e especializarem-se em áreas estratégicas no mundo das TI. A academia pretende formar até 30 profissionais por ano, na área das TI.