Estudo defende convergência entre profissionais de IT e OT

Cibersegurança Notícias

O sector industrial mantém o compromisso de digitalizar ainda mais as suas fábricas com o objectivo de melhorar a eficiência e capacidade de análise de dados, os quais proporcionam uma visão empresarial dos processos de produção, indica um estudo da Fortinet.

Segundo o documento, 66% dos entrevistados confirma que as fábricas funciona através de redes conectadas a IP e utilizam dados em tempo real para informação de decisões empresariais.

Estas redes conectadas trazem novos riscos de cibersegurança. 73% dos responsáveis de segurança IT e OT consideram que a superfície de ataque foi ampliada.

Apenas metade dos entrevistados assegura que as máquinas das suas fábricas está correctamente preparada para lutar contra ameaças.

55% admite que não tem planos de implementação ou planeia investir em tecnologias de cibersegurança nos próximos 12 meses.

Os sistemas de controlo industrial estão em perigo devido à falta de colaboração entre os diferentes profissionais de IT e OT.

51% dos entrevistados declara que trabalha em silos, o que significa que a equipa de OT gere os equipamentos industriais críticos e a cibersegurança de OT. Já os profissionais de TI são responsáveis pela gestão da cibersegurança das TI.

Um terço dos entrevistados não sabem que é o principal responsável de soluções de cibersegurança, sistemas de processo, controlo e automatização e incluindo planificação das empresas.

91% declarou que a segurança das máquinas das fábricas deveria ser uma responsabilidade partilhada do TI e do OT, além disso consideram a comunicação necessária entre estes dois departamentos, no sentido de existir uma convergência entre ambos.

Os benefícios desta convergência e colaboração são múltiplos, destacando-se o acesso a dados em tempo real das operações de produção, novas oportunidades de negócio através de uma maior compreensão dos dados de produção. Além disso, essa convergência, levaria à redução da duplicação de processos e fluxos de trabalho entre as fábricas, maior visibilidade para mitigação de ameaças de cibersegurança.