IBM lança sistema de armazenamento flash

Cibersegurança Notícias Produtos

A necessidade de armazenamento de elevada capacidade e eficiente em termos de custos está a aumentar, uma vez que a proliferação de dados a nível global deverá crescer para 143 zettabytes até 2024, de acordo com a IDC.

Essa necessidade está também a ser reforçada pela aceleração da transformação digital impulsionada pela pandemia. Por exemplo, um estudo recente do IBM Institute for Business Value,  COVID-19 and the future of business, refere que  59% das  empresas  inquiridas aceleraram os seus planos de transformação digital devido à  pandemia.

“As necessidades das empresas relacionadas com dados tornaram-se críticas desde a pandemia”, refere Deney Dentel, Presidente e CEO da Nordisk Systems, uma Converge Company, e IBM Premiere Business Partner.  

pub


“A disponibilidade de dados de nível empresarial, a escalabilidade massiva e a flexibilidade para aceder e gerir dados em clouds híbridas são cada vez mais imperativos”, refere.

“À medida que o mundo muda mais rapidamente para a cloud híbrida, o armazenamento modernizado de dados torna-se fundamental”, destaca Denis Kennelly, General Manager, IBM Storage.

O novo FlashSystem 5200 “é o sistema de armazenamento mais potente da IBM para a sua dimensão, concebido para disponibilizar capacidades de armazenamento de nível empresarial a organizações de qualquer dimensão”, aponta um comunicado da empresa. Embora tenha maior performance e capacidade do que o seu antecessor, o FlashSystem 5100, o novo 5200 tem um preço base que é, em média, 20% inferior (com base na configuração).

A IBM anunciou dois modelos adicionais à série FlashSystemo: o FlashSystem 5015 e o 5035, ambos sistemas 2U, concebidos para organizações com requisitos de desempenho e de crescimento menos exigentes, mas mantendo as soluções IBM Spectrum Virtualize e IBM Storage Insights.


A IBM anunciou também planos para continuar a desenvolver as capacidades de cloud híbrida em todo o seu portefólio de armazenamento.

Quando ficar disponível em Março, a empresa adicionará suporte para IBM Cloud Satellite ao portefólio FlashSystem, IBM SAN Volume Controller, IBM Elastic Storage System e IBM Spectrum Scale.

O IBM Cloud Satellite está a ser desenvolvido para permitir às empresas criar, desenvolver e gerir serviços em cloud em qualquer lugar – em qualquer cloud pública, on premises e no edge. O IBM Cloud Satellite será disponibilizado as-a-service a partir de um único dashboard e será gerido através da cloud pública da IBM, estando actualmente em versão beta.

A IBM anunciou ainda que planeia atualizar o IBM Spectrum Virtualize for Public Cloud, um software que permite aos clientes replicar ou migrar dados de sistemas de armazenamento heterogéneos entre ambientes on-premises e IBM Cloud ou Amazon Web Services.

A IBM pretende alargar as mesmas capacidades ao Microsoft Azure, começando com um programa beta no terceiro trimestre de 2021.

Se gosta desta notícia, subscreva gratuitamente a newsletter da Security Magazine.