59% dos inquiridos já utiliza sistemas de segurança nas suas casas

Física Notícias

O Produto do Ano realizou um estudo que explora o comportamento dos consumidores em relação à segurança das suas residências e ainda as suas escolhas em artigos para o lar. O estudo baseou-se em 12 828 Entrevistas online. Amostra representativa da população portuguesa, com idades compreendidas entre os 18 e os 64 anos. A recolha de informação decorreu entre os dias 4 e 28 de Dezembro de 2023.

O Verão é uma das épocas do ano mais esperada pelos portugueses, pois para muitos significa a chegada das férias. Para muitas famílias, esta é a oportunidade perfeita para viajar e aproveitar alguns momentos de lazer e descanso fora de casa. Contudo, esta é também uma temporada em que as residências ficam mais expostas a invasões e roubos e é necessário garantir a sua segurança.

O Produto do Ano, sistema de avaliação que distingue produtos que se destacam pela inovação, elaborou um estudo que revelou dados importantes sobre os comportamentos dos consumidores em relação à segurança do seu lar.

Na pesquisa realizada, constatou-se que 59% dos inquiridos já utiliza sistemas de segurança nas suas casas como por exemplo câmaras de vigilância e alarmes. A par disso, 84% dos entrevistados pondera adoptar sistemas de segurança mais avançados, tais como: tecnologia de reconhecimento facial, fechaduras inteligentes e foto detectores.

Para garantir que as residências estejam protegidas durante as férias e que as pessoas possam estar descansadas mesmo estando longe, o Produto do Ano recomenda que os consumidores instalem ou actualizem os seus sistemas de segurança, informem os vizinhos ou familiares que irão estar fora, pois estes ficarão atentos caso exista alguma actividade suspeita e, por último, tenham cuidado com o que partilham nas redes sociais porque poderão estar a transmitir informações relevantes sobre a sua ausência.

“Ao analisarmos este estudo, percebemos que cada vez mais os consumidores estão cientes da importância de fazer um investimento para protegerem as suas casas. Como temos vindo a observar ao longo dos anos, as áreas onde a tecnologia são uma mais valia são cada vez mais diversas e, na segurança do lar, não podia ser diferente. Os dispositivos inteligentes avançados são uma preciosa ajuda e muitos consumidores sabem disso e, por essa razão, optam por colocá-los nas suas casas.” salienta José Borralho, CEO da Product of the Year Portugal.

Este estudo revelou ainda que apesar da segurança ser uma das grandes preocupações dos inquiridos, existem outros temas que exigem o cuidado dos consumidores, como por exemplo a sustentabilidade. As mudanças de estação são por norma uma oportunidade de se desfazerem de coisas antigas e inutilizadas e comprar novos produtos.

Neste contexto, 83% dos entrevistados refere que quando se trata de adquirir artigos para o lar, levam em conta o design sustentável e os materiais ecológicos. Por último, no que diz respeito a produtos mais específicos como edredons e almofadas, 77% dos entrevistados também consideram estes aspectos ao fazer as suas compras.