Bankia e Indra juntas na luta contra a fraude bancária

Banca Cibersegurança Notícias

O Bankia e a Minsait, uma empresa da Indra, assinaram um acordo de colaboração para se tornarem a principal referência na luta contra a fraude bancária e as anomalias da cibersegurança.
O acordo assinado por ambas as empresas visa desenvolver, implementar e comercializar uma solução antifraude baseada em inteligência artificial capaz de prevenir, detectar e conter tendências ou padrões de fraude, por um lado, e detectar anomalias no domínio da cibersegurança, por outro.

O aumento considerável do número de transacções no ambiente digital e a necessidade de dar maior segurança às operações realizadas em serviços de venda online, pagamentos contactless ou transferências nacionais e internacionais, entre outros, encoraja o risco de cibercrimes como a fraude, o que constitui um verdadeiro desafio para as instituições financeiras e empresas no seu ambiente multicanal.

A aliança entre o Bankia e a Minsait, que envolve a combinação de algoritmos, inteligência e exploração de dados de ambas as instituições, contempla o desenvolvimento de “uma solução antifraude com uma capacidade de resposta rápida e fiável que permita enfrentar os desafios presentes e futuros neste domínio”. A SIA, empresa líder em ciber-segurança recentemente adquirida pela Indra, contribuirá com as suas capacidades para desenvolver as iniciativas previstas no âmbito do acordo.

A solução utilizará motores de detecção baseados em técnicas de aprendizagem automática (Machine Learning), redes neuronais com Inteligência Artificial, níveis de processamento computacional e a criação de padrões suportados por conhecimentos especializados em actividades fraudulentas.

Cada uma das técnicas e algoritmos utilizados tem um objectivo específico, como a detecção de padrões de fraude que ocorreram no passado, padrões de fraude desconhecidos e desvios do comportamento esperado, bem como a prevenção de fraudes futuras com base na aprendizagem dinâmica.

Por outro lado, o acordo contempla a detecção de anomalias em ambientes de cibersegurança, aplicando técnicas de Inteligência Artificial e de Machine Learning num contexto de big data, o que permite explorar dados históricos e gerar os conhecimentos necessários para modelar comportamentos e detectar desvios ou acções ilegítimas inesperadas. Tudo isto permite a redução do número de falsos positivos, algo que favorece as equipas técnicas a atenderem às anomalias que são realmente importantes.Um compromisso de redução de custos e digitalização responsável

O resultado desta aliança tem um impacto directo na redução dos custos operacionais em qualquer banco ou empresa relacionados com os processos de detecção, prevenção e gestão da fraude, mantendo os níveis de fraude conhecida e reforçando as capacidades de prevenção da fraude desconhecida.