Tablisa e Loomis querem comprar portuguesa Esegur

Notícias Segurança Privada

A empresa de segurança privada Esegur, detida em 50% pela Caixa Geral de Depósitos e em 44% pelo Novo Banco, deverá ser vendida nas próximas semanas. Segundo o jornal “El Espanhol”, a venda da empresa encontra-se na fase final, estando duas ofertas em cima da mesa.

De acordo com o mesmo jornal, existe, por um lado, a oferta da espanhola Trablisa e, por outro, da sueca Loomis. Como refere, os valores envolvidos “são altos”, tendo a oferta sueca ultrapassado os 30 milhões de euros, mais 25% a 30% superior à proposta apresentada pela empresa espanhola.

A Esegur tem uma receita de 40 milhões de euros. A empresa iniciou a sua actividade a 1 de Março de 1994.

A Trablisa é uma empresa familiar sediada em Maiorca com uma receita de 125 milhões de euros. Já a Loomis factura mais de 1.500 milhões de euros por ano.